Criar o hábito de Leitura fica mais animado com a ajuda dos gibis

materia_0006Criada como um suplemento de um dos principais jornais norte-americanos, a historia em quadrinhos tornou-se um gênero narrativo altamente consumido, conquistando públicos de todas as idades. Com uma linguagem simples, direta e bem-humorada, os quadrinhos discutem situações do cotidiano de uma maneira mais descontraída e adequada à idade de cada leitor, daí ser possível encontrar as histórias em quadrinhos sendo usadas como ferramentas de ensino.

As histórias em quadrinhos podem servir como ponto principal na elaboração de um programa pedagógico de uma instituição de ensino, tendo como objetivo incentivar as crianças a praticarem a leitura extra-classe, tudo de acordo com a idade dos pequenos leitores, facilitando tanto o trabalho da professora quanto a assimilação da criança ao tema abordado em sala de aula. Isso porque as revistas em quadrinhos utilizam uma linguagem mais fácil do que o livro, já que a maneira como é passada a mensagem por meio do desenho e da fala juntos são absorvidos melhor.

materia_0002bNo processo de criação das histórias de Mônica, Cebolinha, Cascão e Magali, determinados temas sociais são tratados de forma velada, às vezes na forma de fábulas, para que a revista não se torne pesada, carregada de cores fortes de realismo. Dorinha, deficiente visual; Paralaminha, que anda de cadeiras de rodas, e Xaveco, filho de pais separados foram criados por Maurício a fim de exercitar a cidadania e o respeito pelo próximo entre seus personagens foram criados com o objetivo de ensinar muita coisa, principalmente na área do relacionamento humano.

Os educadores, porém, devem ser orientados a lerem em casa, para poderem passar o hábito de leitura aos alunos. Afinal, os alunos em fase de alfabetização têm curiosidade e necessidade de leitura, e as revistas em quadrinhos servem como um ponto de partida para as crianças desenvolverem o gosto pela leitura. Esse hábito de leitura, porém, não é de responsabilidade apenas da escola, a família tem um papel importante nesse ponto.

materia_0001A criança que cresce vem os pais e irmãos mais velhos lendo, seja um livro ou gibi, adotam o hábito por curiosidade, que posteriormente se transforma em prazer. Os irmãos mais velhos acabam influenciando talvez até mais, afinal acabam sendo um espelho, um heróis que o pequeno quer imitar.

Como diz um post que eu li uma vez em uma rede social, ensine seus filhos a se apaixonarem pela leitura que eles não terão dinheiro para gastar com outras coisas que não sejam livros e gibis.

Então bora ler para a criançada gente!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *