Um clássico chamado Contrato de Judas

Na década de oitenta uma dupla fez muito sucesso no comando de um certo grupo adolescente de heróis. A dupla era George Pérz e Marv Wolfman e o grupo Os Novos Titãs.

A idéia foi reformular a antiga equipe formada pelos parceiros mirins, ou sidekicks, como eram chamados, e torna-la competitiva em vendas com Os Novos X-Men. A idéia deu certo e os Titãs permaneceram no topo da preferência dos leitores junto com os Mutantes da Marvel por bastante tempo.

resenha_0004É justamente nesse período que foi escrito o arco “O Contrato de Judas” que é, sem dúvidas, uma das melhores histórias dos Titãs.

A história marca a passagem “relâmpago” da Titã Terra na equipe. Uma trama muito bem amarrrada sobre poder, sedução e traição que marca a volta de Dick Grayson, usando agora o codinome de Asa Noturna, à equipe.

Tudo começa com Terra conhecendo os segredos dos outros membros da equipe e passando para Slade Wilson, o Exterminador, o principal inimigo do grupo. Num plano bem arquitetado, Slade captura um a um dos Titãs e os entrega à organização criminosa Colméia. Resta apenas Dick, que conseguiu escapar da armadilha de Slade e ele vai unir forças com alguém inesperado para salvar seus amigos e descobrir que Terra traiu a todos.

Um grande clássico das hqs que vale a pena ser conferido.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *