ComicCon Experience 2016 supera expectativas

img_20161202_164422370

img_20161202_114552754Durante os dias 01 a 04 de dezembro aconteceu em São Paulo a ComicCon Experience 2016, considerado o maior evento nerd do país. Stands fabulosos dos principais estúdios de cinema e editoras de quadrinhos, com atividades para levar ao visitante uma verdadeira experiência épica, como foi dito em toda a campanha de marketing.

Uma organização impecável para se ter acesso ao evento, com filas rápidas e um acesso privilegiado para as famílias que estavam com crianças. Convidados especiais, tanto do cenário nacional quanto internacional da cultura pop desfilaram pelo evento.

img_20161202_165015321O espaço ampliado deste ano permitiu uma interação maior entre visitantes e expositores, melhorando ainda mais a experiência nerd prometida pelos organizadores. Algo que se viu bastante foram atividades que abusaram do Chroma Key, aquele fundo verde no qual pode ser inserir imagens. Um stand feito para se arriscar à prática do Parkour (sabe aquele lance dos caras pulando por tetos de prédios, áreas elevadas e tal?) inseria os visitantes mais ousados no universo do game Assassins Creed, enquanto uma versão bem mais leve desafiava os pequenos a chegarem até o herói Max Steel.

Um palco convidava a galera a dançar ao som e coreografia do game Just Dance 2017, primeiro no modo free play, com crianças e adolescentes arriscando os passos de dança, e depois em um concurso, com direito a um console X-Box personalizado. Pelos corredores, cosplayers chamavam a atenção dos fãs dos personagens, tirando fotos e aumentando a experiência.

Para quem não curte passar um tempo razoável para assistir um ou outro painel, os stands não decepcionaram com atrações para lá de bacanudas. A Netflix trouxe interações com algumas de suas séries, como o painel de pisca-pisca de Strange Things e atividades da série 3%, por exemplo. Enquanto isso, a Disney trouxe Rogue One e a Sony cenários do Homem-Aranha, a Warner apresentava os figurinos de Mulher Maravilha e das séries da CW, além do spin off de Harry Potter, Animais Fantásticos e onde habitam.

img_20161202_114913268Talvez uma das maiores atrações do evento tenha sido a exposição das doze armaduras dos Cavaleiros de Ouro, de Os Cavaleiros do Zodíaco, onde fãs do mangá e anime fizeram uma verdadeira romaria, na nova ala chamada de Anime Experience. Foi desta ala, inclusive, partiu a parada cosplay, com personagens de cinema, quadrinhos, games e mangás desfilando por entre a galera animada. Próximo a nova atração, foram montados palcos, onde rolou um som bacanudo, de um lado e do outro uma praça de alimentação caprichada.

Para mim,no entanto, o que mais me chamou a atenção foi um painel simples e pequeno, onde você colocava uma capa amarela de chuva e podia se misturar a clássica cena do Pica pau descendo as cataratas do Niágara de barril!

img_20161202_122016820_hdrExistem pontos negativos? Claro, mas são coisas que podem ser melhoradas nas próximas edições, que deixam em quem visitou CCXP, seja pela primeira vez ou como veterano de outras edições, a expectativa de que as experiências nerds só tendem a ficar melhores com o passar das edições.

A todo momento se incentiva os visitantes a compartilhar o que presenciam no evento em suas redes sociais, logo não seriam nada mal disponibilizar uma rede wi-fi, já que muita gente deve ter estourado seu pacote de dados ali. Os brindes nos stands também acabam bem rápido, gerando uma certa frustração nos visitantes, algo que poderiam melhor programado, já que só pegam os mais bacanas quem chega madrugando no evento.

A CCXP é um evento meio que eletizado, afinal o ingresso é caro, comprar alimentos na praça de alimentação é caro e não existem preços atrativos nos produtos vendidos. Para o caso do ingresso, a saída é o ingresso solidário, onde você doa um livro e paga meia, o lanche, bom, sempre pode se levar aquelas guloisemas de casa e reduzir bem o custo com alimentação, principalmente com água. Já colecionáveis e quadrinhos, bom, se não for algo que se encontra somente na CCXP, vale a pena ver e depois comprar pela internet, que pode sair até mais barato.

img_20161202_161526327Porém, uma coisa me deixou um pouco decepcionado, o Anime Experience. Durante a divulgação, o pessoal do Omelete, que pertence ao grupo que organiza a CCXP, falou bastante da nova ala. Foi falado que teria muita coisa legal, que não seria como “esses eventos de fundo de quintal”, como foram chamados os eventos de animes, menores do que a CCXP, por um dos medalhões do Omelete. Estranhei porque ele falava “Vai ter muita coisa! Vai ter as armaduras dos Cavaleiros de Ouro!” e só… achei que era por que ele não manja de animes e mangás, mas realmente não teve. Basicamente a ala foi um stand da JBC e as armaduras. Para quem desmereceu outros eventos, decepcionou, que inclusive mencionou que neles haviam apenas produtos piratas. O evento é top, mas vamos ter mais humildade e respeitar o trabalho dos outros, né galera do Omelete.

Em resumo, a versão 2016 conseguiu superou as duas primeiras edições da ComicCon Experience, fazendo valer o valor alto do ingresso, deixando uma coleção de recordações nerds inesquecíveis nos visitantes. Estaremos lá na próxima? Com certeza! Afinal, foi épico!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *